Enciclopédia do Válvuleiro

O que é uma Caixa de Reduçāo?

Segunda Feira - 29 de Abril de 2019

caixa redurota

O que é uma Caixa Redutora? Conhecer como funciona uma caixa redutora é importante para os profissionais da área industrial que trabalham com válvulas. Nesse sentido, resolvemos trazer um artigo com o intuito de explicar detalhadamente para quê serve uma caixa redutora e como ela pode ajudar nos processos industriais de uma empresa.

Antes de tudo, precisamos dizer o que é uma caixa redutora. Caixas redutoras ou atuadores de engrenagens como também são conhecidas, são atuadores mecânicos para acionamento manual de válvulas industriais, podem ser do tipo rosca-sem-fim para válvulas com abertura angular, como por exemplo válvulas esfera, borboleta e macho ou com engrenagens cônicas para aberturas lineares para válvulas do tipo gaveta e globo, o objetivo de usar a caixa de redução é aumentar a força aplicada no volante para se conseguir acionar válvulas grandes cujos torques são muito altos.

A relação entre as engrenagens dentro da caixa de redução é o que torna possível o aumento da força. Uma engrenagem maior é usada com uma engrenagem menor e a relação entre o número de dentes entre cada uma delas oferece uma taxa específica de aumento do torque de saída em relação ao torque de entrada.

Os redutores manuais para válvulas são acionados por volantes, quando o acesso é restrito é utilizado o volante para corrente.

A base de acoplamento normalmente é conforme a norma ISO 5211-acoplamentos para atuadores um quarto de volta para válvulas industriais, essa norma fornece todas as medidas dos acoplamentos assim como os torques máximos a serem transmitidos pelos acoplamentos abordados.

As caixas de redução podem ser fornecidas com trava de posição e também com monitores de posição caso seja necessário.

De maneira geral, a caixa redutora é produzida com duas ou mais engrenagens que, trabalhando com suas relações de tamanho e dentes, conseguem melhorar o torque e garantir que a válvula seja acionada com uma força bem menor do que a que seria usada caso não houvesse esse dispositivo, possibilitando que a operação da válvula seja realizada por qualquer operador sem a necessidade do uso de alavancas adicionais.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves