Enciclopédia do Valvuleiro

Como Funciona a Válvula Borboleta?

Segunda Feira - -- de -- de --

como funciona uma válvula borboleta

A válvula de borboleta está em uso desde o final do século XVIII. Os primeiro registros vem de James Watt que utilizou uma válvula de borboleta em seus protótipos de motores a vapor na época. Com os avanços na fabricação e tecnologia de materiais, as válvulas borboleta se tornaram menores e passaram a suportar pressão e temperaturas mais elevadas. Após a Segunda Guerra Mundial, borrachas sintéticas começaram a ser utilizadas como vedação, permitindo que a válvula borboleta ganhasse inúmeras aplicações.

As válvulas borboleta vem de uma família de válvulas chamadas de “¼ de volta”. Em uma operação, a válvula está totalmente aberta ou fechada quando o disco é girado um quarto de volta, ou seja a "borboleta" é um disco de metal montado em uma haste.

Quando a válvula está fechada, o disco é girado para que bloqueie completamente a passagem. Quando a válvula está totalmente aberta, o disco é girado um quarto de volta para permitir a passagem quase que irrestrita do fluido.

Principais aplicações: Indústria farmacêutica, química, saneamento, alimentícia e petrolífera.

Formas de construção:
Válvulas de borboleta concêntricas: Este tipo de válvula tem um assento de borracha resiliente com um disco de metal.

Válvulas borboleta bi excêntricas: Diferentes tipos de materiais são usados para assentos e discos.
Válvula borboleta Semi-lug: Possuem insertos roscados na parte superior e inferior do projeto, permitindo que sejam instalados em um sistema usando parafusos. Foi projetada para manter uma vedação contra diferencial de pressão bidirecional para evitar qualquer refluxo em sistemas de fluxo unidirecional.

Válvula borboleta tipo lug:
As válvulas do tipo Lug possuem insertos roscados em toda extensão do corpo. Isso permite que sejam instalados em um sistema usando conjuntos de parafusos sem porcas. A válvula é instalada entre dois flanges usando um conjunto separado de parafusos para cada flange. Esta configuração permite que qualquer lado do sistema de tubulação seja desconectado sem perturbar o outro lado.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves

Conteúdo relacionado: