Enciclopédia do Válvuleiro

Passagem Plena VS Passagem Reduzida

Sexta Feira - 26 de Julho de 2019

Passagem Plena x Passagem Reduzida

As válvulas industriais são compostas de diferentes maneiras. Algumas características, contudo, são compartilhadas entre as variadas válvulas. Uma delas é a questão da válvula ter passagem plena ou reduzida. Esses conceitos precisam ser conhecidos e são alguns dos mais importantes quanto à aplicação de uma válvula em um sistema de tubulação industrial. Neste artigo falaremos sobre como as válvulas são construídas e como uma passagem plena ou reduzida interfere no funcionamento de um sistema como todo.

Quando falamos em passagem plena ou reduzida, sempre estamos nos referindo a uma característica de uma válvula. Em particular, neste artigo falaremos sobre como a passagem plena e a passagem reduzida funcionam nas válvulas de esfera.

Dizemos que uma válvula de esfera tem passagem plena quando o seu obturador, de formato esférico, alinha-se com o fluxo e permite a passagem perpendicular e contínua do fluxo. A passagem plena garante que o fluxo completo do fluido, seja ele gás, óleo ou vapor. Esses fluidos estão presentes na maior parte dos processo industriais e por isso a importância de se ter uma válvula com passagem plena.

Em termos mais técnicos, a passagem plena ocorre quando a válvula de esfera tem um furo de diâmetro igual ao diâmetro nominal da válvula. Por outro lado, na passagem reduzida a esfera tem um diâmetro menor do que o diâmetro nominal. Portanto, a passagem de fluido pelo diâmetro também é menor na tubulação. Essas válvulas custam bem menos que as válvulas de passagem plena.

Uma passagem restringida tem uma seção de passagem de fluido menor, até quando a válvula está aberta totalmente. Quando se quer uma perda de carga menor, é recomendável utilizar a passagem plena. Por outro lado, se a perda de carga não é tão importante no sistema em que a válvula será utilizada, então a passagem reduzida pode ser uma boa opção.

Em linhas gerais, essa é a diferença entre uma válvula com passagem plena e passagem reduzida. A primeira oferece a passagem do fluido em uma seção maior com menor perda de carga, enquanto a segunda impede parcialmente a passagem do fluido, acarretando em uma perda de carga um pouco maior. Cada uma tem, portanto, uma aplicação específica dentro do sistema de tubulação.

Ficou alguma dúvida? Escreve para gente clicando aqui.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves

Conteúdo relacionado: