Enciclopédia do Valvuleiro

Porque você deve pensar em Automação?

Segunda Feira - -- de -- de --

por que voce deve pensar em automacao

O investimento em Automação Industrial continua renegado à poucos profissionais e empresas que conseguem ver que esperar retornos imediatos de investimentos em automação industrial é pensar pequeno.
Para mantermos nossos negócios competitivos frente ao mercado nacional e internacional, precisamos mudar nossa forma de pensar e agir.
Automação faz parte de todo bom planejamento de crescimento a médio e longo prazo.
ROI (Retorno Sobre Investimento) é certamente uma métrica importante para os gerentes, mas fica longe de englobar a totalidade de como os sistemas de automação industrial podem contribuir para o favorecimento das metas e estratégias de negócios.
Muitos usuários finais, integradores e gerentes de produção esperam o retorno do investimento no prazo de um ano a dezoito meses (chamado de PAYBACK) ao substituir ou adicionar novos sistemas de automação, decidindo ou não sobre a compra destes ativos com base em um horizonte de curtíssimo prazo.
O investimento em automação rende em médio e longo prazo e é um investimento duradouro.
Parte do problema se origina do fato de uma cultura de curto prazo que se instaurou em muitas empresas no Brasil.
Os investimentos em automação não são considerados tão seriamente quanto outros investimentos, que são baseadas em uma análise sólida do ciclo de vida do investimento.
Ou seja, atualmente, automação, controles e sistemas não são tratados da mesma forma que outros ativos estratégicos de produção.
As razões características que levam as empresas a atualizarem ou substituírem seus controles e sistemas incluem falta de suporte, alto custo de peças de reposição e obsolescência.
A decisão de investir em sistemas de automação deve ser baseada em fatos e numa análise de riscos, fornecendo respostas satisfatórias a certas perguntas fundamentais, como:
• Qual será a economia de custos de produção?
• Quanto se projeta em aumentos de produtividade e de segurança operacional?
• Qual a economia de custos esperada?

Em qualquer operação, as respostas para as perguntas que fizemos deverão pautar todo o processo decisório para a implementação do seu projeto de automação ou mesmo de instrumenta
Sua análise de risco ao longo do ciclo de vida de automação deve incluir as seguintes possibilidades:
• Perdas de eficiência no processo
• Degradação do ambiente de trabalho
• Má qualidade do produto
• Crescimento do risco aos funcionários e ao meio ambiente.

É difícil encontrar pessoas experientes. Em muitos casos, novos investimentos em tecnologia simplificam as operações.
Esses benefícios devem ser estimados e incluídos na análise de investimentos, juntamente com o tempo de inatividade para a reconfiguração da produção.
A falta de pessoal qualificado para manter os sistemas de automação antigos e difíceis de usar também aumenta o tempo médio das paradas de planta, resultando em perdas de produção.
Por fim, a análise de investimento deve considerar a compensação de investir tempo e dinheiro para treinar novas pessoas em automação ultrapassada em vez de substituí-la.
Último ponto a ser considerado Outro ângulo a ser levado em consideração é a ideia de que diversos sistemas de automação e controle industrial podem ter uma vida útil longa.
Porém, isso não deve ser o fator decisivo ao fazer as decisões de compra.
Devido aos rápidos avanços tecnológicos, mesmo que os sistemas de automação não tenham chegado ao fim de sua vida útil real, pode ser vantajoso atualizar seu parque industrial, pois novas tecnologias podem melhorar a produtividade e a qualidade do seu produto ao mesmo tempo em que reduzem os custos de operação e manutenção.
Portanto, investimentos em avanços tecnológicos devem ser considerados seriamente como um objetivo estratégico de alto nível, visando manter a empresa competitiva no mercado de automação industrial.
Concentrar-se demais em investimentos incrementais de curto prazo pode fazer com que fabricantes percam os grandes avanços que transformarão suas indústrias no futuro previsível.
O planejamento também deve ser feito através da colaboração com outras partes interessadas para que elas possam apoiar e estar em sintonia com as mudanças planejadas para sua empresa.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves

Conteúdo relacionado: