Enciclopedia do Valvuleiro

O que é uma Válvula direcional de fluxo?

Quarta Feira - 22 de Maio de 2019

val direcional fluxo

O que é uma Válvula direcional de fluxo? Conhecer os diferentes tipos de válvulas pode ser essencial na hora de escolher a melhor aplicação possível delas em um sistema industrial. Nesse sentido, nós resolvemos trazer um artigo sobre válvulas direcionais de fluxo e o que elas são. Apresentaremos o que são as válvulas direcionais de fluxo e como elas funcionam dentro do sistema, além de demonstrarmos as características principais desses tipos de válvulas.

A válvula direcional de fluxo são estruturadas em um corpo cujas passagens internas são conectadas por uma parte móvel. Boa parte das válvulas direcionais hidráulicas têm como parte móvel o carretel. Essas válvulas são as mais comuns. Para identificar uma válvula direcional de fluxo, é essencial ler circuitos hidráulicos representados graficamente.

Considerando a simbologia usual, os critérios gráficos que defninem uma válvula direcional são: as posições, vias, posição normal e o modo de acionamento.

As posições de uma válvula são representadas por quadrados. Esses quadrados são unidos e representam um estado diferente da válvula. A quantidade de quadrados define uma posição que a válvula pode assumir pelo acionamento. Assim, uma válvula de controle direcional deve possuir dois quadrados.

As vias de uma válvula referem-se ao número de conexões que uma válvula pode possuir. Em particular, uma válvula pode ter vias de passagem, bloqueio e uma combinação das duas. Além disso, a posição normal de uma é aquela posição mantida se a válvula não foi acionada. Geralmente, a válvula mantém-se na posição normal por uma mola.

Por fim, podemos destacar que o acionamento de uma válvula de controle é o que define onde ela será aplicada. De modo geral, o acionamento pode ser feito por uma força mecânica, pneumática ou hidráulica. Algumas válvulas também podem ser acionadas eletricamente.

Também dividimos as válvulas direcionais de fluxo em vários tipos: 2/2 vias, 3/2 vias, 3 vias e assim em diante.

A válvula direcional de duas vias é montada de modo que duas passagens são conectadas e desconectadas. Em uma das posições, o fluxo é aberto. Em outro, não há fluxo. De modo simplificado, a válvula de duas vias funciona como uma válvula que liga e desliga a passagem do fluxo. Ela pode ser utilizada como medida de segurança.

A válvula direcional de 3/2 vias funciona com três passagens. O corpo da válvula tem uma via de pressão, de tanque e utilização. O orifício do atuador é pressurizado por essa válvula, e esta é a função desse tipo de válvula: de modo alternado garantir a pressurização e esvaziamento do orifício do atuador.

A válvula direcional de 3 vias é utilizada de modo geral para atuadores simples. Cilindros com retorno por mola e martelos são operados por essa válvula. De modo geral, a pressão exercida na válvula vai para a parte traseira do cilindro. Nas aplicações industriais, as válvulas costumam não aparecer tanto.

Em resumo, as válvulas direcionais de fluxo servem especialmente para controlar a passagem ou não do fluxo. Elas podem ser acionadas de várias maneiras e os tipos de válvulas variam de acordo com a sua aplicação dentro da indústria.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves