Enciclopédia do Válvuleiro

Qual a válvula certa para meu o Processo?

Quarta Feira - 26 de Junho de 2019

qual válvula devo usar

A válvula é adequada para o meu processo?
As válvulas industriais variam as suas aplicações. Algumas são usadas para vedação, outras para um controle maior do sistema industrial. Em resumo, seus tipos variam também as suas aplicações. Conhecer qual válvula é adequada ao seu processo é tão importante quanto escolher uma válvula de qualidade. Neste artigo nós falaremos sobre como escolher uma válvula, dependendo do processo em que ela será utilizada, dizendo se a sua aplicação será ou não adequada no momento.

Segurança, controle do fluxo de líquido, transporte de gases, lamas e fluidos inflamáveis são apenas algumas das aplicações das válvulas em sistemas de tubulação existentes hoje em dia. Antes de escolher uma válvula, várias perguntas precisam ser feitas em relação à estrutura da válvula e o seu modo de trabalho.

Tudo deve ser considerado: que tipo de problema a válvula tentará resolver? Qual o líquido que ela abarcará? É corrosivo? Abrasivo? Se ocorrer um vazamento, o que deve ser feito? Quando falamos de fluidos viscosos, como óleo, por exemplo, é essencial escolher uma válvula que lide bem com esse tipo de matéria. Gases de risco, como hidrogênio, podem acabar criando problemas se vazarem de uma tubulação por meio de uma válvula. Assim, essas perguntas precisam ser bem respondidas antes de qualquer escolha ou decisão.

Outro importante componente que pode variar de aplicação para aplicação é a temperatura e a pressão do fluido. Alguns gases acabam se expandindo mais em determinadas temperaturas, danificando uma tubulação que não está preparada para essa expansão. Por outro lado, gases e líquidos que tenham alta pressão acabam danificando válvulas que não estão preparadas para receber uma quantidade de pressão.

O critério talvez mais importante em relação a uma válvula é o de durabilidade. Uma válvula industrial resistente é melhor do que uma que esteja com pouca durabilidade. Nesse sentido, é importante escolher uma válvula durável devido a menor troca de componentes. Além disso, escolher sempre que possível uma válvula com mais blocos e “desmontável” facilita a manutenção. Especialmente para sistemas perigosos e com grande risco de vazamento inflamável, a manutenção e durabilidade de uma válvula é crucial. Portanto, o critério de durabilidade e resistência deve ser prioridade na maior parte dos casos.

Por fim, recomendamos que as válvulas precisam estar sempre certificadas de acordo com as normas vigentes. Ou seja, escolher uma válvula de acordo com as normas e os códigos que estão vigentes internacionalmente é muito recomendável, já que você teria menos dores de cabeça.

Em resumo, os critérios importantes a serem notados para saber se uma válvula é adequada ou não ao processo industrial da sua empresa são os seguintes: temperatura que a válvula aguenta, o uso dela (função de vedação, por exemplo), a pressão, a durabilidade e se ela está ou não de acordo com as normas vigentes.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves

Conteúdo relacionado: