Enciclopédia do Válvuleiro

Válvulas borboleta AWWA C504, uma norma diferenciada

Quarta Feira - 11 de Março de 2020

valvula borboleta awwa

Nesse post vamos continuar analisando as válvulas borboleta, agora conforme a norma de construção AWWA C504, essa norma é mais específica pois abrange válvulas com vedação resiliente de borracha e direcionadas para o uso em serviços com água potável e saneamento básico.

A norma AWWA C504Válvulas borboleta com vedação de borracha, teve a sua primeira edição aprovada em 1954, atualmente está na sua edição 2015.

Esta norma abrange válvulas borboleta com sede em borracha, nos tamanhos de DN 3” (75 mm) a DN 72” (1800 mm) de diâmetro, com vários tipos de corpo e de extremidades, para serviços com água limpa e em temperatura ambiente, com pH entre 6 e 12 e temperatura variando de 0,6 °C a 52 °C, adequadas para uma pressão diferencial máxima de trabalho com o fluido em estado regular de 17,6 kgf/cm2 (250 psi) e uma velocidade máxima de 4,9 m/s.

As válvulas cobertas por esta norma são fornecidas em quatro tipos de corpos e nas classes de pressão da seguinte forma:
Válvulas borboleta tipo wafer, classe 150B, nos tamanhos de DN 3” a DN 20” (75-500 mm);
Válvulas borboleta flangeadas corpo curto e corpo longo nas classes 25A, 25B, 75A, 75B, 150A e 150B, nos tamanhos DN3” a DN72” (75 mm - 1.800 mm) e classe 250B nos tamanhos DN3” - DN48” (75 mm - 1.200 mm);
Válvulas de extremidade de junta mecânica conforme a norma ANSI/AWWA C111/A21.11, classes 150B e 250B, nos tamanhos DN3” a DN24” (75 a 600 mm) e classes 25A, 25B, 75A, 75A, 75B, 150A, 150B e 250B nos tamanhos DN30” - DN48” (750 mm - 1.200 mm). As designações “A” e “B” definem a capacidade máxima de vazão com a válvula na posição totalmente aberta. Válvulas “A” são classificadas para uma velocidade máxima do fluido de 2,4 m/s, e válvulas “B” são classificadas para uma velocidade máxima do fluido de 4,9 m/s.
Os materiais utilizados na fabricação da válvula devem ser adequados para trabalhar com água potável, não devem transmitir nenhuma substancia que venha a contaminar a água, obedecendo a legislação local aonde a válvula será instalada, com relação vigilância sanitária e órgão que regulamentem essas questões.
Os materiais que podem ser utilizados são descritos claramente na norma e devem atender as propriedades mecânicas e composição química conforme as suas respectivas normas, conforme segue abaixo:
Ferro fundido cinzento ASTM A 126 classe B ou ASTM A 48 classe 40;
Ferro fundido nodular ASTM A 536 grau 65-45-12, 70-50-05 ou 80-55-06 ou ASTM A 395 grau 60-40-18;
Liga de ferro fundido cinzento ASTM A 436 tipo 1 ou 2 ou ASTM A 439 tipo D2;
Aço inoxidável ASTM A 240 tipo 304 ou 316, ASTM A 276 tipo 304 ou 316, ASTM A 743 grau CF8 ou CF8M ou ASTM A 564 grau 630;
Liga de níquel cobre ASTM B127;
Aço carbono ASTM A 108;
Aço carbono fundido ASTM A 216 grau WCB;
Chapas de aço ASTM A 36, ASTM A 516 ou aço de qualidade superior;
Barras ASTM B160;
Entre outros metais ferrosos e não ferrosos que atendam aos requisitos dessa norma.
A dimensão do face-a-face é fornecida com suas devidas tolerâncias para todos os tipos de extremidades mencionadas na norma, as medidas dos face-a-faces da AWWA C504 não são iguais aos da API 609 e MSS SP-67, para alguns tamanhos são parecidos, para atender as três normas cada caso deve ser analisado individualmente. Essa norma também fornece a espessura mínima de parede que é em média 40% maior em relação a especificação da API 609 e MSS SP-67 que seguem espessura de parede conforme a ASME B16.34.

Uma particularidade dessa norma é que ela determina o diâmetro mínimo do eixo de acionamento, que é tabelado, ele pode ser fabricado um uma única peça que atravessa a válvula e todo o disco ou também pode ser em duas partes, um eixo superior e um inferior, porém eles devem encaixar no disco um comprimento mínimo de uma vez e meia o diâmetro do eixo.

A válvula deve possuir câmara de gaxetas e deve acomodar no mínimo quatro anéis de gaxeta, as demais normas especificam que é necessário que a válvula possua câmara de gaxetas, porem não determinam a quantidade mínima de anéis de gaxeta. A borracha da sede deve natural ou sintética e reforçada e atender a todos os requisitos especificados na norma.

Os testes pneumático e hidrostático de pressão são realizados conforme os requisitos da própria AWWA C504, para o teste de vedação a pressão é igual a pressão de trabalho, já para o teste de corpo a pressão é o dobro da pressão máxima de trabalho, ou seja, esse é o teste mais rígido em relação as outras normas.

A norma AWWA C504 é diferenciada em relação as demais normas de construção de válvulas do tipo borboleta, fornece mais parâmetros de projeto, segue a sua própria metodologia para teste e o resultado é uma válvula mais robusta e com características especificas para serviços com água potável e podendo ser utilizada em outros serviços por acordo entre o fabricante e comprador. Se você gostou desse artigo, achou interessante ou se ele te ajudou de alguma forma, nos de um retorno para que possamos melhorar ainda mais os nossos conteúdos, enviem sugestões de assuntos para elaboração de posts, se tiverem dúvidas, por favor, fiquem a vontade para nos ligar ou nos envie a dúvida por e-mail.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves

Conteúdo relacionado: