Enciclopédia do Valvuleiro

Wcb Cf8 ou Cf8m o que devo utilizar?

Segunda Feira - -- de -- de --

wcb cf8

Diversos setores da indústria, comércio e serviços buscam fazer uso de materiais e tecnologias para aumentar a produtividade, qualidade, eficiência, segurança e a saúde, de uma maneira geral. O aço inox é um exemplo claro dessa revolução, que aconteceu próxima a primeira guerra mundial.

O aço inox (CF8 e CF8M) é composto por ferro, carbono, silício, cromo, manganês, titânio, níquel entre outros metais. Já o aço carbono ou WCB é composto por ferro e carbono, basicamente. Todas as características de uso e conservação são determinadas por estes materiais. Dessa forma, a principal diferença está na resistência contra oxidação e corrosão.

A oxidação ou ferrugem expõe seu fluido ou material a contaminação. Por esse motivo, o aço inox é indicado nos setores alimentícios, farmacêuticos, químicos, cosméticos, laboratoriais, entre outros.  Ele também é conhecido como um material inerte, ou seja, não modifica a cor, aroma e sabor dos alimentos, e ainda suporta uma ampla variedade de temperaturas e pressão.

Mesmo com todas estas características recomendamos cuidados frequentes, como a manutenção, afim de minimizar danos e sujeiras acumuladas, aumentando assim a vida útil e funcionalidade tanto no aço carbono como no inox.

Resumindo: Caso seu processo permita ter contato com possíveis oxidações (ferrugem) sem interferir na qualidade do seu produto final utilize o WCB, pois é financeiramente mais viável. O inox é indicado em processos onde a oxidação não pode acontecer, pois afetam diretamente a qualidade do produto final. Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente clicando aqui.



Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves

Conteúdo relacionado: