Enciclopédia do Válvuleiro

Alguns metais usados na fabricação de válvulas

Quinta Feira - 02 de Julho de 2020

Alguns metais usados em válvulas

Alguns Metais usados na fabricação de válvulas
O processo de fabricação de válvulas exige muito cuidado e precisa ser feito com materiais de excelente qualidade. No nosso caso, utilizamos Inox e Carbono, mas existem diferenças entre ambas e é preciso saber quais são.

Quando falamos em materiais de procedência, queremos levar ao cliente produtos que cumpram o seu papel. Bem como, gostamos de mostrar as vantagens e desvantagens de cada material, auxiliando na toma de decisão.

O objetivo principal do texto é mostrar os materiais usados na fabricação de válvulas e como o uso pode ser realizado. Sendo assim, confira melhor a seguir todas as informações e confira as diferenças entre os materiais.

Quais metais utilizados na fabricação de válvulas?
O aço inox, no caso, CF8 e CF8M, tem na sua composição uma série de itens, por exemplo: carbono, cromo, ferro, manganês, níquel, silício, titânio e outros. Fica claro que o nível de qualidade é maior e por isso o produto é eficiente.

O custo é maior, porque a composição contempla mais itens e acaba tendo um custo que é mais elevado. Ao mesmo tempo, o aço inox é muito indicado para setores químicos, alimentícios, cosméticos, farmacêuticos e laboratoriais.

Vale destacar que o aço também é inerte e não modifica cor, sabor dos alimentos, aroma e suporta temperaturas altas. Por outro lado, possui resistência as pressões elevadas e por isso é usado na fabricação de válvulas.

O aço carbono é diferente e tem na sua composição, em resumo, ferro e carbono, podendo ter outros produtos em pequena quantidade. Assim também, toda a condição de uso e conservação depende diretamente desses materiais.

O custo é menor e, em um primeiro momento, parece mais atraente e muitas pessoas acabam optando. No entanto, com o passar do tempo descobrem que a durabilidade é menor e pode fazer a compra não compensar tanto.

O aço carbono tem menor resistência contra a oxidação e corrosão, ou seja, termina por oxidar depois de um tempo. Em outras palavras, o fluido ou material é exposto a contaminação e acaba prejudicando a peça.

Fica claro que o aço inox tem um custo maior, porém dura mais e possui maior resistência a oxidação. Entretanto, o aço carbono tem um preço menor e oxida com facilidade, exigindo uma troca mais rápida. A decisão final depende do cliente, porque alguns não desejam investir tanto no aço inox e optam pelo carbono. Enfim, fato é que existem opção e permite que a nossa fabricação de válvulas contemple esses dois casos. .


Não se esqueça... A curiosidade é que move o mundo!

Acompanhe o grupo Micro Rio:
www.fb.com/microriovalvulas
www.instagram.com/microriovalves
www.linkedin.com/company/microrio/
www.twitter.com/microriovalves

Conteúdo relacionado: